0
  • Carrinho vazio

    Você não tem nenhum item no seu carrinho de compras

0
  • Carrinho vazio

    Você não tem nenhum item no seu carrinho de compras

Enter your keyword

post

A causa que mais leva a depressão, saiba como lidar com o sentimento de culpa

Analisando-se a depressão dentro de uma abordagem psicológica consciencial, uma das suas maiores causas é o sentimento de culpa.

A pessoa depressiva quase sempre é atormentada por um complexo de culpa muito grande. Essa culpa pode ser por um fato bastante objetivo do qual ela se lembra perfeitamente, como por exemplo um aborto cometido, uma traição conjugal, o abandono de alguém etc. ou algo que ela não se dá conta conscientemente. Há uma culpa intrínseca, sem um fato real, no qual a pessoa possa se referir objetivamente. A pessoa sente culpa sem saber por quê.

A pessoa depressiva quase sempre é atormentada por um complexo de culpa muito grande.

Comumente, tudo que acontece negativamente em sua vida e na das pessoas com as quais ela convive, ela atribui a si a culpa por aquele acontecimento. O resultado deste processo é um verdadeiro tormento culminando com um sentimento de profunda inadequação diante da vida.

O grande problema com relação à culpa é que ela nunca vem sozinha, está sempre acompanhada pelos sentimentos de autopunição e de autopiedade. A pessoa sente a culpa e se pune pelo fato cometido consciente ou subconscientemente. A autopunição a leva a acreditar que não merece ser feliz, que tem que sofrer para pagar o delito cometido. Esse pensamento leva à depressão, que funciona como uma sentença, na qual ele mesmo se impõe a pena autopunitiva.

Leia também: Como se libertar do sentimento de culpa

Devido a essa constante autopunição surge a autopiedade, pois a pessoa se sente muito infeliz pela situação, gerando dó de si mesma, por estar nesta condição. Com esta atitude ela se acha vítima das circunstâncias, como se o mundo conspirasse contra ela. Em virtude disso, a pessoa se sente mais infeliz ainda, sentindo uma culpa ainda maior. Ela cai num círculo vicioso de culpa, autopunição e autopiedade.

Para se conseguir a saúde emocional é necessária a liberação da culpa pelos erros cometidos, quer estejamos conscientes deles ou não, por meio da virtude do autoperdão, na qual a pessoa se permite o arrependimento, o aprendizado com o erro e foca na reparação. Quem se culpa não assume a responsabilidade por conduzir a sua vida. É um movimento de fuga, uma situação cômoda. É mais fácil sofrer e se sentir um coitado, do que tomar nas mãos a responsabilidade por construir a própria felicidade, pois isto só acontece com esforço pessoal.

Portanto, torna-se fundamental para se libertar da depressão, libertar-se desse círculo vicioso da culpa e suas duas coadjuvantes para poder, com isso, assumir a responsabilidade pela própria vida, reparando os erros cometidos no passado, através de exercícios de amor por si mesmo e pelas pessoas com as quais convive. Só assim é que a pessoa depressiva conseguirá conquistar a felicidade e a plenitude.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Olá!
Precisa de ajuda?