0
  • Carrinho vazio

    Você não tem nenhum item no seu carrinho de compras

0
  • Carrinho vazio

    Você não tem nenhum item no seu carrinho de compras

Digite a palavra chave

post

Como aprender a ver além do "monstro" Enem

Como aprender a ver além do "monstro" Enem

Baseado no livro “Como passar em concursos públicos e outras provas utilizando a sua energia mental” de Alírio de Cerqueira Filho.

Imagine o seguinte: você está lá, diante da prova do vestibular tendo aqueles pensamentos mais pessimistas do mundo. Vai sentindo cada vez mais insegurança, medo e ansiedade. Passará a transpirar excessivamente, um suor frio, principalmente nos pés e nas mãos, além de apresentar tremores nas mãos e nas pernas; peso no estômago, diarreia, etc. Vem o desejo de desistir da prova, a dificuldade de concentração e muita dúvida sobre as respostas.
Tudo começou com um pensamento aparentemente inocente “Será que eu vou conseguir fazer a prova direito? será que vou ter algum problema na hora que eu for resolver as questões? Será que vou ter lapsos de memória?”. Muita calma nessa hora!
Vale a pena refletir:
Tá legal! Eu já sei que tenho pensamentos que não são nada bons pra mim. Mas, e agora? É hora da força da vontade de novo! Primeiro, a vontade de reconhecer que esses pensamentos ruins existem. Segundo a vontade de querer pensar de forma diferente: eu sei que estou com medo e inseguro, mas eu estudei e quero fazer essa prova e superar o meu medo. Com esse pensamento positivo, vem os sentimentos positivos também de autoconfiança e coragem. Isso dará uma boa energizada mental! Daí vem a vontade de correr pro abraço!

Figura – O funcionamento da mente


Lembra-se da história do pensamento, sentimento e vontade gerando uma energia mental? Pois é, para compreender onde é que a vontade entra para fazer a diferença da nossa energia mental vamos ver o esquema abaixo demonstrando como funciona a nossa mente diante do vestibular.
Tudo começa com o fato: vestibular. Esse fato irá mexer conosco de várias formas, fazendo com que vários pensamentos surjam em nossa cabeça. Alguns pensamentos são bem tranquilos e nem geram preocupação, mas alguns pensamentos são bem negativos e grudam igual chiclete na nossa mente, sendo repetidos como um disco furado. Essa repetição gera uma crença, ou seja, de tanto pensar a mesma coisa, pronto, o pensamento fica automático e vira uma verdade. Podemos ter crenças positivas (proativas) ou negativas (limitadoras). O conjunto das várias crenças que temos sobre uma determinada coisa é o nosso sistema de crenças.

Vamos ver isso na prática!

Olha o que acontece quando temos crenças limitadoras do tipo: Eu queria tanto passar no Enem para ter a profissão que sempre sonhei, mas é tão difícil. Tem que estudar muito e eu nunca fui bom de estudo; a minha inteligência é muito fraca. Mas mesmo assim eu tenho que tentar. Viver a vida inteira sonhando com uma profissão não dá. Eu tenho que passar. Quem sabe eu consigo. Vai ser difícil, mas posso ter sorte. O Vestibular acaba se transformando num verdadeiro pesadelo, num “monstro” terrível.
E diante de um “monstro” desses o que a gente irá sentir? Os sentimentos serão de baixa autoestima, insegurança, autodesvalorização, ansiedade, derrotismo, raiva, irritação, inquietude, tristeza etc. Uma sofrência de tremer nas bases, gerando um estado emocional desequilibrado, tirando o nosso sono, gerando mal-estar, desassossego, desconcentração, etc. Como se não bastasse, nosso comportamento diante do “monstro” do vestibular será repleto de atitudes de fugas, desculpas, desistência, etc.

Você também pode gostar: Está se prejudicando na hora da prova? Como lidar com o problema da auto sabotagem

É claro que se essa pessoa continuar pensando, sentindo e comportando-se assim, a sua energia mental será completamente desequilibrada, produzindo resultados negativos, prejudicando o próprio desempenho na prova que quer tanto passar.
O que fazer então? Como fazer para não nadar e morrer na praia? A resposta nós já sabemos: vontade!
Utilizar a vontade é exercitar um pensamento positivo toda vez que um pensamento negativo surgir: Sei que passar no vestibular dá bastante trabalho, mas eu tenho muitas capacidades e quero pagar esse preço. Eu quero realizar a prova da melhor maneira possível, por isso vou recomeçar sempre que for preciso. Essa prova é mais uma etapa da minha vida e eu vou superar mais essa. Dá-lhe vontade para exercitar os pensamentos!
O que iremos sentir fazendo esse esforço mental com os nossos pensamentos? Nossos sentimentos serão os melhores possíveis: autoestima, autoaceitação, autoconfiança, autovalorização, autorrespeito, serenidade, determinação, entusiasmo, etc. Com isso, estaremos muito mais tranquilos na hora da prova e o vestibular que parecia um “monstro” terrível, vai se tornando algo realmente possível de ser alcançado. Lembrando que o jogo só acaba, quando termina! E é você quem determina quando esse jogo vai acabar, se você se render e desistir ou continuar até conseguir realizar o seu sonho!
No nosso próximo artigo (e último dessa série sobre a energia mental e o Enem), vamos abordar um pouco mais o elo mais importante da realização de qualquer vestibular: a pessoa que o realiza!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Olá!
Precisa de ajuda?
Powered by