0
  • An empty cart

    You have no item in your shopping cart

0
  • An empty cart

    You have no item in your shopping cart

Enter your keyword

post

Você acredita que deve combater os seus sentimentos negativos?

Você acredita que deve combater os seus sentimentos negativos?

Muitas pessoas acreditam que para se libertar dos sentimentos negativos é necessário combate-los com veemência, reprimindo-os com todas as forças que temos em nós. Esse é um dos maiores erros que se pode realizar com relação ao domínio das emoções, porquanto, em vez de desenvolver as virtudes o que acontece é um processo de mascaramento dos sentimentos negativos e o desenvolvimento de pseudovirtudes. 

Para que possamos nos libertar nos sentimentos negativos é imprescindível que o processo seja um ato de autoacolhimento amoroso de nós mesmos e não de autocombate, no qual se reprime os sentimentos.    

O acolhimento amoroso inicia-se com a autoaceitação, que é o movimento de amar o próprio ego, por mais paradoxal que pareça a afirmação. É comum as pessoas combaterem os sentimentos egoicos negativos, voltando-se contra eles como se fossem inimigos a serem aniquilados. Costuma-se dizer que precisamos combater a raiva, a violência, a ansiedade etc. O movimento de combate aos sentimentos egoicos é uma postura desamor conosco. Ora, não se acaba com um sentimento negativo com outro sentimento negativo. É uma postura semelhante ao movimento de se jogar álcool no fogo para apagá-lo; ele é líquido e incolor como a água, mas é comburente e somente vai alimentar mais o fogo. Para apagar o fogo precisamos de um líquido que amenize o fogo, a água.  

Você também pode gostar: Você sabe como lidar com as suas emoções negativas?

Por isso somos convidados a amar o ego, isto é, aceitá-lo como ele é, para poder aplacar a sua energia e conduzi-la adequadamente como fazemos com o fogo que queremos apagar. É importante analisar que os sentimentos do ego não são nossos opositores. São apenas sentimentos que surgem onde o amor não está sendo exercitado. Por isso, ao levar o amor essencial ao ego, daremos o primeiro passo, para nos libertarmos dos sentimentos egoicos, percebendo que temos esses sentimentos porque não estamos exercitando as virtudes que os transmutam. 
Por exemplo, a ansiedade representa o não exercício da serenidade; a tristeza, o não exercício da alegria; a intolerância, o não exercício da tolerância etc.  
Somos convidados a aceitar que temos sentimentos negativos a serem transformados, mas que não somos negativos em essênciaA aceitação de que temos esses sentimentos negativos, mas que somos essencialmente bonsamorosos, nos libertará da culpa pelos equívocos que cometemos e, por meio do exercício das virtudes, possibilitará a nossa transformação interior para melhor, por meio do amor e das demais virtudes dele derivadas, liberando-nos de muitas amarras que impedem o nosso autodesenvolvimento, fazendo com que nos responsabilizemos pela construção de nossa felicidade e plenitude.  
Agindo assim, fazendo esforços para nos acolher aceitando que temos sentimentos negativos a serem transformados por meio de atos de amor por nós mesmos e por outras seres realizamos a identificação com a energia de amor que irá potencializar o Ser Essenciala Essência Divina que somos, tendo como resultado a diluição do ego, propiciando a plenitude e felicidade geradoras da Saúde Integral. 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Olá!
Precisa de ajuda?