0
  • Carrinho vazio

    Você não tem nenhum item no seu carrinho de compras

0
  • Carrinho vazio

    Você não tem nenhum item no seu carrinho de compras

Digite a palavra chave

post

Como transformar limitações em oportunidades de crescimento interior

Como transformar limitações em oportunidades de crescimento interior

Neste artigo sobre Psicologia Consciencial refletiremos sobre da importância da aceitação amorosa e compassiva de si mesmo para que possamos realizar o trabalho de autoconhecimento e autotransformação de uma forma harmoniosa e suave, transformando limitações em oportunidades de crescimento interior.

A aceitação amorosa e compassiva de si mesmo é um convite a exercitar as virtudes da aceitação, da humildade e da compaixão, para sentir-se como um Espírito imortal, criado por Deus, aprendiz da vida, que aceita que possui limitações, para se acolher e permitir-se a autotransformação.

No processo de autojulgamento não há aceitação.

Muitas vezes, em vez de autoaceitação mobilizamos o juiz interno para nos julgar e condenar.

Quando isso acontece o indivíduo que tem um padrão leviano da negligência se acomoda, mantendo as suas limitações sem modificá-las para logo depois se sentir culpado por não transformá-las.

Quando há exigência de perfeição, o indivíduo rejeita-se intensamente devido às limitações que possui, julgando-se, assim, uma pessoa execrável devido às limitações que mantém.

Nesse processo, deparamo-nos com um sentimento egoico muito comum, que é o orgulho manifesto ou disfarçado.

Esse sentimento nos impede de aceitarmos e, muitas vezes, até de percebermos que temos limitações.

Criamos, devido ao orgulho, o eu ideal fantasioso, esse o maior obstáculo à ação consciente, porque com esse movimento não aceitamos que existem em nós pensamentos e sentimentos negativos a serem transmutados.

A aceitação é uma virtude proativa que requer exercícios da virtude da humildade para reconhecer que temos limitações.

É importante aceitar que somos pessoas, ainda, imperfeitas.

Todos nós temos, em algum grau, imperfeições a serem trabalhadas, transmutadas.

Você vai gostar de ler: OS TRÊS TIPOS DE ESCOLHAS QUE VOCÊ PODE REALIZAR, SAIBA QUAIS AS QUE LHE PREJUDICAM E GERAM DOENÇAS EMOCIONAIS

Por isso, é necessário o exercício da humildade e da compaixão para aceitar que temos limitações.

Como toda virtude, a aceitação é proativa e, por isso, muito diferente da acomodação.

Devido à sua proatividade, a partir da aceitação que tem limitações, o indivíduo, sabendo que não é um ser limitado, faz esforços para superar as limitações, jamais se acomodando a elas.

É imprescindível se questionar: Que ações eu posso realizar para mudar os sentimentos egoicos que me impedem de ser uma pessoa mais autoconsciente?

A resposta a essa pergunta convidará a pessoa a realizar as ações de mudança necessárias para sua harmonização.

Se gostou do artigo, compartilhe-o. Deixe o seu comentário sobre o que você achou deste artigo, ou a sua pergunta, se tem alguma dúvida. Sugestões de temas para futuros artigos também são bem-vindos!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Olá!
Precisa de ajuda?
Powered by