0
  • An empty cart

    You have no item in your shopping cart

0
  • An empty cart

    You have no item in your shopping cart

Enter your keyword

post

Fibromialgia, por que tanta dor?

A fibromialgia é uma síndrome muito comum em nossos dias, na qual a pessoa sente dores por todo o corpo, muito associada a doenças de caráter emocional como a depressão e a ansiedade.

O paciente comumente refere dores nos músculos, tendões e articulações. É comum também a sensação de fadiga.
A medicina ainda não atribui uma causa específica para a fibromialgia, levando muitas pessoas a acreditar que se trata de dores “psicológicas”. No entanto, já existem pesquisas demonstrando que a dor é real e não imaginação.

Medicina holística

Dentro de uma visão holística de saúde, ou seja, a que leva em conta as questões espirituais, psíquicas, emocionais e físicas, a fibromialgia está relacionada a processos nos quais há um bombardeio psíquico das células devido a processos como a rejeição, a inquietude, a irritação, a raiva, a mágoa, dentre outras.

Veja também: Como se libertar do sentimento de culpa

A rejeição acontece quando a pessoa, por situações específicas pelas quais todos passamos, tais como perdas, conflitos interpessoais, equívocos que geram culpa, que ela não aceita, resultando em um processo de rejeição de si mesma e de outras pessoas. Isso gera no psiquismo uma rejeição que é projetada no próprio corpo, que responde com as dores.
A inquietude é resultante da ansiedade produzida pela tentativa de controlar as questões externas, que dizem respeito a ações de outras pessoas que a pessoa não tem como intervir, mas mesmo assim ela deseja controlar, resultando em um estado de tensão que também afeta o corpo físico.

Os Sentimentos

Sentimentos como raiva, irritação, mágoa também gera bombardeios mentais muito intensos sobre as células do corpo, fazendo com que fiquem como se estivessem inflamadas, resultando em dores como as da síndrome da fibromialgia.
Para que haja a libertação de doenças como a fibromialgia, é fundamental saber que o nosso corpo é bastante sensível ao que acontece mentalmente. Por isso, na Psicologia Consciencial e nas abordagens holísticas da Medicina, como a homeopatia, a acupuntura, recomenda-se o exercício das virtudes da serenidade, da calma, da paciência, da tolerância, da aceitação das coisas que não podemos mudar, da autoaceitação, do perdão, dentre outras, como terapêutica eficaz para que a nossa mente se aquiete e se pacifique. Isso irá gerar em vez do bombardeio mental, uma energia mental salutar que produzirá um bem-estar às células, que responderão com suavidade e libertação da dor.
Se gostou desse artigo não deixe de comentar e compartilhar. Espero ter ajudado!
 
 

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

Olá!
Precisa de ajuda?