0
  • Carrinho vazio

    Você não tem nenhum item no seu carrinho de compras

0
  • Carrinho vazio

    Você não tem nenhum item no seu carrinho de compras

Digite a palavra chave

post

Os quatro passos fundamentais para desenvolver a saúde emocional; Você sabe quais são?

Os quatro passos fundamentais para desenvolver a saúde emocional; Você sabe quais são?

Nesta semana recebemos da Neuza de Chapecó-SC, uma das pessoas que nos segue nas redes sociais, um desabafo dizendo que já não aguenta mais viver no estado de ansiedade em que vive. Ela diz que tem estado muito inquieta a ponto de explodir. Sente muita angústia em relação ao que pode acontecer no futuro, chegando às vezes a sentir um desespero.

A ansiedade tem crescido muito nos últimos meses devido à quarentena causada pela pandemia do coronavírus. Pede orientações do que fazer porque não aguenta mais viver assim.

Essa queixa de nossa amiga nos remeteu à reflexão sobre uma das questões mais importantes no processo de autoconhecimento e autotransformação, que são os quatro passos iniciais para que qualquer iniciativa que transforme a sua vida aconteça.

Neste artigo, vamos refletir sobre esses quatro passos que são cruciais para todas as pessoas que estão na mesma condição da Neuza, já não aguentando as dificuldades emocionais nas quais vivem.

            Todo processo de autoconhecimento e autotransformação envolve quatro passos fundamentais para que você inicie realmente as mudanças que vão dar um sentido maior à sua vida: ponto de mutação, idealização, decisão consciencial e realização.

O primeiro passo é o ponto de mutação, ou seja, o ponto no qual a pessoa se cansa dos problemas emocionais que tem tido e quer mudar.

O ponto de mutação é o momento no qual você toma consciência daquilo que já não quer para a sua vida.

A partir daí, você deve se fazer duas perguntas conscienciais:

  • O que eu quero para a minha vida?
  • Que ações estou disposta(o) a realizar para conseguir o que eu quero?

Isso é muito importante porque não basta se cansar daquilo que não se quer, você deve se focar naquilo que você quer para a sua vida.

É nesse momento que você diz para si mesmo(a): eu não quero mais viver uma vida assim, com todos esses problemas emocionais, infeliz!

Quero viver saudável emocionalmente, de bem com a vida e feliz!

Como eu quero muito essa nova vida, eu posso, eu consigo, eu sou capaz e eu mereço viver dessa forma cada vez mais saudável!

Essas afirmações devem ser usadas como estímulo para a conquista da saúde emocional.

O segundo passo para conquistar a saúde emocional, é a idealização, ação para se criar um ideal, ou seja, refletir naquilo que você quer para a sua vida, no âmbito de sua saúde mental e emocional.

A idealização é fundamental para você conquistar a saúde emocional, pois ninguém consegue melhorar se não criar um ideal para a sua vida.

A idealização é o segundo passo para um querer efetivo.

Você deve fazer a pergunta consciencial: eu quero ser uma pessoa mais saudável emocional ou quero ficar desejando uma vida equilibrada como algo que vai acontecer um dia desses, uma hora dessas como em um passe de mágica?

O querer efetivo é a manifestação do divino dentro de nós no sentimento íntimo de querer conquistar a felicidade, que trazemos ínsita em nós, porquanto a felicidade plena é a nossa destinação final.

Em sã consciência, todos querem ser saudáveis e felizes, mas para isso não basta a idealização; somos convidados à realização, ação para se tornar real o ideal.

A realização é o quarto passo do querer efetivo, aquele que se segue ao terceiro passo, que é a decisão consciencial.

Você vai gostar de ler: OS TRÊS PASSOS PARA DESENVOLVER SAÚDE EMOCIONAL, O TERCEIRO VAI LHE SURPREENDER

Sem a realização, a idealização é apenas uma fantasia que imaginamos, com base no autoengano.

É apenas um desejo de se tornar melhor sem a efetiva ação para mobilizar a vontade de realização.

Entre a idealização e a realização, existe a decisão consciencial de mudança.

O exercício dessa virtude é fundamental para a efetivação das demais virtudes.

É a partir da decisão consciencial que você faz a escolha para mudar a sua vida, de uma condição infeliz, doente emocionalmente, para uma vida feliz, repleta de sentido e saudável mental e emocionalmente.

A decisão consciencial, como toda virtude, deve ser alimentada diariamente, porque a realização é alcançada pelo esforço diário.

Está relacionada a outras duas virtudes: a reflexão e o discernimento, que são fruto da pergunta consciencial colocada acima na fase de idealização.

É fundamental você decidir quando vai começar a realizar as ações para que o ideal que você quer seja alcançado.

Lamentavelmente, a grande maioria das pessoas diz que quer mudar, mas, se for verificar, consciencialmente, isso é apenas um desejo fugaz.

Poucas são as pessoas que tomam a decisão de mudança e partem para a realização daquilo que querem.

Por isso, muitas pessoas apenas imaginam coisas boas para as suas vidas, e com isso se autoenganam, acreditando que o tempo vai fazer com que as suas fantasias se tornem realidade.

Você vai gostar de ler: A ruminação mental e a troca de energia mental tóxica nos relacionamentos; saiba como se libertar

Para que você transforme as idealizações em realizações, são necessárias o exercício da virtude da motivação e da vontade de autotransformação.

Somente é possível transformar um ideal em realidade fazendo esforços de realização.

A motivação, usando de um trocadilho, é o motivo para realizar a ação.

A saúde emocional é um bom motivo para você realizar uma ação, não é mesmo.

A idealização é o processo pelo qual você tem um motivo para realizar a ação, pois em sã consciência todos querem ser saudáveis emocionalmente, amáveis, felizes etc.

Portanto, você tem bons motivos para realizar ações e tornar real o seu ideal de vida.

Depois que você começa a exercitar a virtude da motivação você irá acionar a vontade de autotransformação, para tornar real o seu ideal, gradualmente.

            Por isso, ao chegar ao ponto de mutação, evite ficar só nesse primeiro passo tome a decisão consciencial de mudar a sua vida e parta para a ação, realizando os três passos posteriores.

            Pense nisso!

 Se gostou do artigo, compartilhe-o. Deixe o seu comentário sobre o que você achou deste artigo, ou a sua pergunta, se tem alguma dúvida. Sugestões de temas para futuros artigos também são bem-vindos!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Olá!
Precisa de ajuda?
Powered by