0
  • Carrinho vazio

    Você não tem nenhum item no seu carrinho de compras

0
  • Carrinho vazio

    Você não tem nenhum item no seu carrinho de compras

Enter your keyword

post

A decisão de ser feliz

(EU MEREÇO SER FELIZ PARTE 5)
Em nosso artigo anterior sobre a felicidade refletimos a força de vontade é um valor intrínseco que trazemos em nós e que somos convidados pela Vida a cultivá-lo para que sejamos felizes.
Para mobilizar a força de vontade somos convidados a tomar uma decisão. Devemos, em virtude disso, fazer para nós mesmos uma pergunta consciencial: eu quero continuar a reclamar da vida, tornando-me cada vez mais infeliz, a dizer que não posso fazer nada para mudar ou quero fazer esforços reais de mudança para mobilizar a força interior que carrego dentro de mim?

Você também vai gostar de ler:

A resposta a essa indagação consciencial irá nortear os seus passos, ou seja, vai lhe permitir fazer uma escolha consciencial. Se constatar que você não está disposto(a) a fazer os esforços necessários, terá um bom aspecto interior para trabalhar, a fim de se libertar desse processo de preguiça moral, caso você queira realmente mudar a sua vida melhor. Se decidir por fazer todos os esforços necessários, iniciará ou continuará uma trajetória muito promissora que lhe proporcionará muita felicidade e alegria de viver.
No próximo artigo iremos refletir sobre o segundo parâmetro da vontade de autotransformação. Até lá.
 

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Olá!
Precisa de ajuda?